Seja bem vindo
Maceió,28/02/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Alagoas: Rede estadual volta às aulas nesta quinta com fortalecimento do Cartão Escola 10

Na retomada do ano letivo pós-carnaval, estudantes poderão receber via Escola 10 benefícios de até R$ 4.500/ano.

Fonte: *Com Assessoria
Alagoas: Rede estadual volta às aulas nesta quinta com fortalecimento do Cartão Escola 10 Foto: Assessoria

A rede estadual de ensino volta às aulas nesta quinta-feira (15/2) com muitas novidades para os mais de 156 mil estudantes matriculados nas escolas para 2024. Tendo como tema “Comunidade escolar e território: participação, interação e compromisso social com a equidade”, o ano letivo contará com o fortalecimento do Cartão Escola 10, do protagonismo juvenil e da oferta da Educação Profissional, além da oferta inédita de um intercâmbio internacional por meio do Programa “Daqui pro Mundo”.

O Cartão Escola 10, por exemplo, entra o ano de 2024 ainda mais robusto: é que este ano, além do benefício estadual, o estudante da rede estadual de Alagoas contará também com o incentivo do programa Pé de Meia do Governo Federal, o qual contemplará alunos do ensino médio público brasileiro com até R$ 3000/ ano até a conclusão dos seus estudos. Somados os valores dos dois programas, o estudante da rede estadual poderá receber benefícios de até R$ 4.500/ano.

“Estamos muito animados para o início do ano letivo. Nos últimos anos, o Governo de Alagoas não mediu esforços para o fortalecimento da Educação Pública, lançando diversos programas e ações para a melhoria do ensino e da aprendizagem, a exemplo do Cartão Escola 10, do Vem que dá Tempo e do Professor Mentor. Este ano, além da continuidade e incremento desses programas, teremos o Programa Pé de Meia, do Governo Federal, que foi inspirado no nosso Cartão Escola 10 e será mais um forte aliado no combate ao abandono escolar. Além disso, pela primeira vez, 50 estudantes da rede estadual participarão de um intercâmbio na Inglaterra, onde poderão fazer uma imersão em língua inglesa e conhecer uma cultura diferente. Tudo isso bancado pelo Governo de Alagoas, que arcará com todos os custos da viagem”, destaca a secretária de Estado da Educação de Alagoas, Roseane Vasconcelos.

Matrículas

De acordo com dados da Superintendência de Rede da Secretaria de Estado da Educação (Sure/Seduc), a rede estadual conta, até o presente momento, com mais de 156 mil estudantes matriculados para o ano letivo 2024. Destes, 118 mil estão no ensino médio, o equivalente a 75,6% do total de matrículas. Se comparado com o ano letivo 2023, o quantitativo de estudantes do ensino médio da rede estadual passou de 103.182 para 118 mil matriculados.

O ensino integral foi uma das modalidades que teve incremento entre 2023 e 2024. No ensino médio integral, houve um aumento de 28% entre um ano e outro, passando de 22.789 para 29.081 matrículas, enquanto, no fundamental integral, a ampliação foi de 11%, saindo de 5.081 em 2023 para 5.621 matrículas em 2024. Ao todo, o ensino integral teve crescimento de 24,5%, aumentando de 27.870 estudantes em 2023 para 34.702 alunos em 2024.

“Para 2024, o ensino integral na rede estadual contará com mais dez escolas, totalizando 126 unidades de ensino nesta modalidade. Além disso, a rede estadual pactuou 4.890 novas vagas no ensino integral dentro do programa Escola em Tempo Integral do Governo Federal”, informa a superintendente de Rede da Seduc, Dileusa Costa.

Intercâmbio

Dileusa lembra que, em 2024, os estudantes da rede estadual viverão uma experiência inédita por meio do Programa Daqui pro Mundo, que proporcionará a 50 adolescentes um intercâmbio de quatro semanas na Inglaterra.

“Após o processo seletivo, os 50 escolhidos participarão de um curso preparatório que antecede a viagem. Também estaremos providenciando todos os trâmites burocráticos de emissão de passagens, autorização dos pais e demais medidas necessárias para que eles tenham uma experiência inesquecível”, conta.

Educação Profissional

No ano letivo 2024, a rede estadual de ensino terá uma oferta de mais de 16 mil vagas em cursos de Educação Profissional para turmas de ensino médio e mulheres em vulnerabilidade social. A oferta contempla os cursos de programas do Governo Federal, parcerias com Instituto Federal de Alagoas (Ifal) e Sistema S e Secretaria de Ciência e Tecnologia (Oxetech/Google).

“Teremos a expansão da Educação Profissional em nossa rede em 2024. Todas as escolas de ensino integral serão contempladas com cursos de Educação Profissional mapeados a partir das necessidades e realidades locais. Este projeto de ampliação de Educação Profissional inclui ainda a parceria com o Google, onde teremos 10 mil bolsas para nossos alunos e o programa Mulheres Mil que propiciará a formação e qualificação de mulheres em situação de vulnerabilidade”, adianta o superintendente de Desenvolvimento do Ensino Médio, Ricardo Lisboa.

Continuidade de programas

Os programas da Educação de Alagoas terão continuidade e serão fortalecidos como o Professor Mentor, Vem que dá Tempo e Foca no Enem também virão com mais força este ano.

“O ano letivo 2024 tem como tema a integração entre a escola e o seu território, o seu entorno. O Professor Mentor terá um olhar especial neste sentido, engajando o estudante a sua comunidade de forma que ele possa impactá-la de forma positiva, além de trabalhar a iniciação científica e o projeto de vida deste jovem. Já o Vem que dá Tempo vai focar ainda mais no resgate de trabalhadores que abandonaram os estudos para que, posteriormente, possam retomar sua escolaridade na Educação de Jovens e Adultos. Além disso, o programa Foca no Enem dará continuidade ao seu trabalho de preparação dos nossos alunos para ingressar no ensino superior”, enumera Ricardo Lisboa.




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login